Wednesday, October 25, 2017

Fobia Social e Fobia Simples





Pelo Dicionário da Língua Portuguesa, “fobia” é sinônimo de medo, aversão, repugnância, terror. Para nós, psiquiatras, Fobia é um medo excessivo e desproporcional ligado a um determinado fator, ou seja, uma reação fóbica é uma liberação aguda de medo em relação a um fator desencadeante, que pode ser, por exemplo:
  • medo de avião;
  • medo de algum tipo de animal;
  • medo de algumas situações, como falar em público ou dirigir;
  • medo de água, entre outros.Existem dois tipos de Fobia: a Fobia Social e a Simples.
Na Fobia Social o paciente tem medo de situações em que há a necessidade de se relacionar com outras pessoas, principalmente pessoas estranhas. Ir a festas ou assinar cheques em público, por exemplo, podem ser situações desencadeantes de sintomas ansiosos internos. Nesses casos, o convívio social costuma ser evitado, causando prejuízos à vida social de quem sofre com a doença.

Nas Fobias Simples os medos estão associados a objetos ou situações específicas. Algumas fobias se aproximam a medos fisiológicos (cobras e ratos), outras tendem a ser mais desproporcionais ao risco (medo de barata, por exemplo). Existem fobias a situações como, por exemplo, utilizar elevadores (claustrofobia, que inclui lugares fechados em geral), alturas elevadas (aerofobia), e muitas outras.
No IPAN indicamos como principal tratamento para Fobia a abordagem comportamental, aliada ao uso de medicamentos ansiolíticos (calmantes), antidepressivos e betabloqueadores, quando necessário. As técnicas de dessensibilização, que podem ser mentais ou reais, são muito utilizadas. O método consiste em fazer a exposição progressiva ao fator fóbico, a fim de que o paciente possa enfrentar seus medos e, gradativamente, até superá-los (em treinamentos para falar em público, por exemplo, esse princípio é utilizado).

Não permita que as Fobias limitem o seu modo de se expressar e se colocar na vida. Agende uma consulta conosco e vamos trabalhar juntos para vencer os seus medos.

Agende uma consulta no IPAN!

Sunday, October 22, 2017

Bullying


Dr. Moacyr Rosa, psiquiatra e diretor do IPAN, irá falar sobre a tragédia que ocorreu em Goiânia do aluno que tirou a vida de dois colegas de escola e deixou mais 4 feridos. Assista hoje no Domingo Espetacular.

Friday, October 20, 2017

Eletroconvulsoterapia e lítio!

2017out
Eletroconvulsoterapia e lítio!

Dr. Moacyr Rosa, diretor do IPAN, ministra palestra no XXXV Congresso Brasileiro de Psiquiatria – CBP. A Palestra fala sobre o uso da eletroconvulsoterapia (ECT) e lítio!

Antigamente, a combinação de Lítio e ECT era considerada controversa pela suspeita de que esta associação pudesse causar efeitos colaterais raros. Hoje em dia, cada vez mais estudos científicos apontam que esta é uma combinação segura e muito eficaz para otimizar o tratamento e, também, para prevenir recaídas.
Confira a programação:
Quinta-Feira, 26 de outubro
Transamérica Expo Center – São Pa
17h às 19h – Auditório 1 – Hall F e G – Térreo
Área Temática: Neuromodulação
Atividade Especial – ECT
Tema: ECT e prescrição medicamentosa concomitante
Coordenador: Andre Duailibi (MT)
Subtemas e Relatores:
• Antipsicóticos e ECT – O que esperar desse encontro? –
Mercedes Jurema Alves (MG)
• ECT e lítio: Adversários, competidores ou aliados – Moacyr
Rosa (SP)
• ECT e antidepressivos – Bons amigos – Paulo Belmonte de
Abreu (RS)
• ECT e prescrição medicamentosa concomitante – Alfredo Minervino (PB)