Friday, July 21, 2017

Curso teórico e prático de Estimulação Magnética Transcraniana

19959108_1935854596703557_7248538178451912084_n

Curso teórico e prático de Estimulação Magnética Transcraniana

Aplicações na Neurologia e Psiquiatria

Data: Dias 18 e 19 de Agosto de 2017

Objetivo

O objetivo deste curso é preparação do médico para o uso clínico da Estimulação Magnética Transcraniana repetitiva com eficácia e segurança. Serão apresentados conteúdos teóricos fundamentais para conhecimento aprofundado da técnica e treinamento prático para sua aplicação na Psiquiatria e Neurologia.
No curso será apresentado o conteúdo teórico para Neurologia e Psiquiatria.

Programação:

Sexta feira – 18 de agosto de 2017 
Prof Dr. Moacyr A. Rosa
09h às 18h30

Conteúdo teórico:

  • A Estimulação Magnética Transcraniana e atualizações
  • Mecanismos fisiológicos da EMTr
  • Bobinas superficiais e profundas: semelhanças e diferença
  • Novos paradigmas e sua utilização terapêutica:
  • Teta burst, Priming, sincronização Efeitos Biológicos da EMT
  • Neuronavegação: perspectivas na prática clínica
  • Excitabilidade cortical: limiar motor, período silente e pulsos pareados
  • Segurança: riscos e contra-indicações

​Conteúdo Prático:

  • Sistema 10/20 de EEG: Método prático e fácil para marcação de pontos e localização de alvos terapêuticos
  • Obtenção de limiar motor
  • Posicionamento das bobinas e diferentes combinações de parâmetros terapêuticos na psiquiatria
Sábado – 19 de agosto de 2017 – Início – 09h \ Término 18h30
Prof. Dr. Joaquim Brasil-Neto
09h às 13h
  • História da Estimulação Magnética Transcraniana e aplicações na Neurologia
  • Experiência de uma testemunha ocular
  • Parte I: Início das pesquisas no National Institutes of Health
  • Parte II: Contribuições da EMT aos avanços da Década do Cérebro ( anos 90)
  • Parte III: A descoberta das possibilidades terapêuticas em Psiquiatria e Neurologia e estado atual das pesquisas
  • Aplicações e protocolos em Neurologia
Dr. Renato Ferreira Araújo
14h às 18h30
  • Obtenção de limiar motor
  • Posicionamento de bobinas e protocolos utilizados para aplicação em Depressão uni e bipolar, Alucinações Auditivas, Dor Crônica e reabilitação pós Acidente Vascular Cerebral
O objetivo deste curso é a preparação do médico para o uso clínico da Estimulação Magnética Transcraniana repetitiva com eficácia e segurança. Recomendamos também a leitura dos artigos publicados recentemente aqui e aqui, onde a técnica foi reconhecida com grau de evidência A (definitivamente eficaz) para 2 indicações da EMT, em Neurologia e Psiquiatria, e o grau B para outras 2 indicações.
Para mais Informações ligue para Tricia:
(11) 2592-2029 icon_whatsapp(11) 99602-7169 (11) 96849-7169 ou pelo site Casa da Psiquiatria!

Monday, July 10, 2017

Transtorno do Pânico



Características Gerais | Manifestações | Sintomas e Grupo de Risco | Tratamento

transtorno sindrome panico tratamento ipan

Transtorno do Pânico

O transtorno do pânico, também conhecido como síndrome do pânico ou ataque/crise do pânico, se caracteriza, em geral, por crises de ansiedade intensas com duração relativamente curta (cerca de 20 minutos), mas também pode se apresentar de maneira aguda e pontual, e sem que exista um fator desencadeante. Aliás, quando o fator existe, é identificado logo nas primeiras crises. No entanto, pode acontecer de não existir uma causa aparente, nem mesmo no primeiro episódio, e os ataques continuarem a acontecer sem que haja um fator reconhecível. Não há regras.

Manifestações

As manifestações do transtorno do pânico podem acontecer acompanhadas ou não de agorafobia (medo de lugares públicos). Pacientes nessas condições tendem a não saírem de suas casas, ou saem somente quando têm alguém para acompanhá-los, pois temem se verem diante de crises e sem um conhecido para socorrê-los. Isso acaba por afetar negativamente aqueles que sofrem do transtorno, isolando-os da convívio social.

Sintomas e grupo de risco

Os sintomas incluem taquicardia, sudorese, tremores, mal-estar e sensação de morte eminente, que pode ser tão apavorante, a ponto de quem sofre julgar que está tendo um infarto e procurar um pronto-socorro para ser atendido.
O transtorno, em geral, se manifesta entre indivíduos jovens e é muito difícil determinar o que pode acontecer, pois cada paciente se comporta de maneira distinta. Há casos de diminuição espontânea dos ataques e casos de recorrência, com importante prejuízo social e profissional. Por isso é muito importante procurar a ajuda de um profissional qualificado.

Tratamento

Aqui no IPAN o tratamento é conduzido por psiquiatras, com o auxílio de antidepressivos e ansiolíticos (calmantes). A prática tem demonstrado que a combinação adequada de ambos leva a um maior sucesso terapêutico. O calmante, por exemplo, administrado logo no princípio de um ataque, pode ser muito eficaz no controle. É comum os pacientes se sentirem mais seguros só pelo fato de carregarem a medicação consigo e, em muitos casos, ela se torna um fator preventivo de novos episódios. Também recomendamos abordagens psicoterápicas, especialmente o aprendizado de técnicas de relaxamento, assim como a identificação precoce das causas e dos sintomas.
O principal objetivo do tratamento é minimizar a ocorrência e a intensidade das crises. Amigos e familiares podem contribuir orientando quem sofre a buscar atendimento. Para saber mais e começar o tratamento, agende uma consulta.